Connect with us

Música

Além do grande vencedor ganhar contrato de distribuição de cinco anos com a gravadora, Dom Reality será um selo da gravadora

Publicado

em

Por Carolina Leão

O Dom Reality, primeiro Talent Show Gospel do Brasil, realizado pela Unicesumar, promete transformar, ainda mais, carreiras de talentos até então ocultos; e fazê-lo de forma inovadora. Para a segunda temporada, que será gravada em novembro de 2023, o programa anunciou uma parceria com a gravadora Universal Music, uma das maiores do país.

“Nenhum outro festival tem um selo dentro de uma multinacional. Para o mercado, é um feito inédito”, destaca o Diretor Executivo e Artísitco do Reality, Paulo Alberto, na intenção de traduzir a significância deste passo não somente para o Dom, mas para o cenário gospel.

A parceria vai resultar em duas novidades: um contrato de distribuição de cinco anos para o vencedor da edição; e um Selo dentro da gravadora, que formará frequentemente novos artistas.

1) Contrato de Distribuição ao grande vencedor

Publicidade

Com essa parceria firmada, o grande vencedor da temporada, que terá a grande final ao vivo em fevereiro de 2024, ganhará um contrato de distribuição de cinco anos com a multi-nacional. Essa parceria representa um marco para o Dom, que reforça uma posição estratégica do programa no cenário musical.

Essa parceria amplia as oportunidades do artista, que passa a ganhar visibilidade não apenas pela participação no Reality, mas pelos próximos cinco anos. O acompanhamento de carreira que garantirá uma estrutura para o cantor se consolidar no mercado.

2) O Dom agora lança artistas

A segunda novidade é que o Dom Reality passa a ser um selo dentro da Universal Music. Com isso, o programa vai prolongar a sua trajetória de curadoria de novos talentos. “A gente vai continuar, mesmo depois do programa, potencializando vozes, oportunizando novos artistas a mostrar sua arte e sua voz”, explica o diretor Paulo Alberto. Esse aspecto amplia o propósito do projeto não apenas para cada temporada do programa, mas de forma definitiva.

“É um ganho muito grande. Eu me sinto muito muito feliz de mostrar para a Universal o peso de um projeto como o Dom Reality. Espero que o grande vencedor possa ver suas canções veiculadas em todas as rádios, programas de TV, e também ter sua carreira e questões burocráticas cuidadas por uma empresa tão séria como a Universal Music”, comemora Paulo Alberto.

A Gerente A&R e Marketing da gravadora, Renata Cenizio, também comentou pela perspectiva da Universal Music: “Estou muito contente em assinar com o Selo Dom, porque eles têm como objetivo principal descobrir artistas que estão començando do zero e construir uma carreira alicerçada. Sabemos que hoje há muitos artistas talentosos que precisam apenas de uma estrutura e uma oportunidade, então eu creio muito nessa parceria e que juntos vamos aumentar o volume da música cristã”, avalia Renata Cenizio.

Publicidade

Inscrições para o Dom Reality

As inscrições estão abertas para participar da segunda temporada do Dom Reality, desde o dia 27 de setembro. O período de inscrições se encerra no dia 20 de outubro. Para se inscrever, não há taxa, mas a viagem para a gravação no Rio de Janeiro caso o candidato for selecionado é por conta do participante. Clique aqui para se inscrever.

Por Carolina Leão

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe um comentário

Lançamentos 2024

Fugindo do convencional, Leo Schiappadini aposta no indie pop no single “Até Sermos Um”

Publicado

em

Cantor carrega influências da MPB e do som de John Mayer e Vitor Kley

Apostando no indie pop e com fortes influências de John Mayer, Cory Asbury, Tiago Iorc, Vitor Kley, Marcos Almeida e  Paulo Nazareth, o cantor Leo Schiappadini apresenta seu novo single “Até Sermos Um”.

Disponível em todas as plataformas digitais, a faixa evoca a mensagem de se tornar alguém parecido com Jesus e convida os ouvintes a cantarem sobre esperança e se encherem de alegria, através de um ritmo brasileiro e melodia dançante. 

– A canção “Até Sermos Um” surgiu de uma simples oração em um desejo bem genuíno de ser mais parecido com Jesus, seja nos mínimos detalhes como sorrir, andar, falar, assim como a música fala. E acabei demorando para lançar, pois, na época, não tinha nenhuma ambição ou caminho para isso. Quando decidi lançar, demorei mais um pouco pois sabia que era uma canção especial e que merecia uma produção especial – revela Leo.

Envolvido com a música desde os 13 anos de idade, o jovem Schiappadini começou compondo e cantando na igreja. Apesar de ser líder do grupo Relevans Music, da igreja Relevans, em São Paulo, o músico sempre gostar de dar uma cara mais abrasileirada aos seus projetos solos.

Publicidade

– Eu amo a música congregacional moderna (worship) e amo servir a igreja com ela também, porém acredito que a essência da música cristã brasileira carrega melodias, letras muito mais “ricas” e com muito mais autenticidade. Eu vim dessa escola onde as músicas e melodias tinham mais nuances e mais cara de Brasil. Então sempre me identifiquei e tive mais facilidade em compor histórias, poesias e melodias diferentes que lembram mais o MPB – resume.

Com um processo de composição natural e sem seguir regras, Leo Schiappadini explica que busca ficar atento ao seu redor, aos seus sentimentos e, principalmente, ao que Deus está falando com ele. 

– Depois, geralmente pego o violão e começo a cantarolar ideias melódicas sem letra mesmo para depois começar a encaixar a história na música.

Em relação a “Até Sermos Um”, o jovem artista disponibilizou o videoclipe da faixa em seu canal no YouTube. A direção é de Gideão Moraes, Alyne Moraes e Isabela Dionelli e o roteiro foi desenvolvido por Gideão Moraes e Leo Schiappadini. A produção é da Multiforme Filmes, que já assinou projetos de Priscilla Alcantara, Manda, Ton Carfi, Aline Barros, Isadora Pompeo, Gabriela Rocha, Palankin e Victin.

– A ideia do clipe surgiu primeiramente da letra e em seguida da melodia, que ao ouvir já se imagina um tipo de “teatro musical”. Aí depois passei a ideia para o Gideão. da Multiforme Filmes, e juntos fizemos o roteiro onde a ideia principal são pessoas que ao me ver simplesmente passando, notam que a há algo de diferente em mim (no caso, Jesus) e se sentem atraídas por isso, com vontade de estar perto e até de imitar (como na cena do mímico). Ou seja, apenas alguém normal vivendo sua vida e influenciando outros através da sua própria vida e testemunho – compartilha Leo.

ANTIGAS PARCERIAS E NOVOS PROJETOS

Publicidade

“Até Sermos Um” é o sétimo lançamento de Leo Schiappadini com distribuição pela Onimusic. Em 2020, ele lançou a versão em português de “Graves Into Gardens”, do Elevation Worship, juntamente com o Relevans Music e o cantor Rafael Bicudo.

No mesmo ano, ele apresentou a canção em inglês “Whisper”, com a participação do americano Brandin Reed. Chegando em 2021, Leo lança “Meu Deus”, uma collab com o cantor João Figueiredo, marido de Sasha Meneghel e que hoje adotou o nome artístico de João Lucas.

– João e eu fizemos amizade através de um produtor em comum que trabalhamos e foi muito especial. A música que gravamos fez e faz muito sentido nas nossas vidas até hoje e com certeza foi uma canção onde mais pessoas puderam conhecer meu trabalho também. Mesmo não estando tão perto mais dele e da Sasha, continuo amando aquele casal – compartilha o músico.

Em 2022, “O Amor é o Maior” realizou o sonho de Leo Schiappadini em gravar com uma de suas referências que é o cantor Paulo Nazareth.

– Posso dizer que gravar com o Paulo foi um sonho realizado porque ele também faz parte das minhas principais referências. Além disso, pude ver que é uma baita pessoa e ainda participa da música que leva o nome do EP que pretendo lançar em breve – “O Amor é o Maior”, o que foi mais especial ainda – detalha o artista, que ainda lançou o single “O Final”.

Chegando em 2024, com o lançamento de “Até Sermos Um”, Leo Schiappadini já tem planos para o futuro.

Publicidade

– Meu futuro e breve projeto agora é o lançamento do meu EP, que além destes três últimos singles autorais, virão mais que irão completar esse ciclo mostrando minhas músicas preferidas nessa pegada MBP, que venho compondo desde os meus 17/18 anos de idade – finaliza.

Ouça a canção “Até Sermos Um”, de Leo Schiappadini, nas plataformas digitais: https://onilnk.com/l/LeoSchiappadini_AteSermosUm 

Assista ao clipe de “Até Sermos Um”, de Leo Schiappadini, no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=W_SvXUE43RU 

Continue lendo

Lançamentos 2024

Marcos Almeida apresenta releitura de “O Vencedor”, sucesso da banda Los Hermanos

Publicado

em

Faixa do projeto “Canções Para Morar em Tempos Difíceis” também carrega influência dos Beatles

Depois de pedir paciência e um pouco de água para matar a sede, Marcos Almeida canta que faz o melhor que é capaz só pra viver em paz em sua nova música “O Vencedor”. Escrita por Marcelo Camelo, a faixa foi gravada originalmente em 2003 pela banda Los Hermanos no álbum “Ventura”.

Na nova versão, o músico mineiro contou com a produção musical assinada por Wanderson Lopez, que buscou inspiração nos Beatles, mais precisamente no famoso “Álbum Branco”, que nasceu após uma viagem do quarteto para a Índia, onde John Lennon e companhia brincam com a ideia de paz.

– Trouxemos o sarangi e a cítara, instrumentos muito presentes nessa linguagem de espiritualidade e também bem aceitas pela linguagem pop e que fluiu naturalmente nos arranjos. Tem uma mudança harmônica, de uma ponte que era em tom menor e passou para maior, e retiramos os metais. Ficou bem ousada. Ao mesmo tempo que existe um desejo de reverenciar e homenagear esses mestres, a gente “meteu o louco” e fez um arranjo muito original – explica Marcos.

Grande apreciador da música genuinamente brasileira, Marcos Almeida ressalta que a forte influência do Los Hermanos, tanto em sua antiga banda Palavrantiga quanto em sua carreira solo, foi a principal motivação para que ele gravasse “O Vencedor”. A faixa é o terceiro single a integrar o projeto “Canções Para Morar em Tempos Difíceis”.

Publicidade

– Lembro-me de um show deles que ouvi na Rádio 98 (BH) e que fiquei bastante impactado com as melodias, com a força do rock n’roll e com aquela retomada da mistura que os Novos Baianos fizeram entre o rock e a música brasileira, trazendo para mim, como músico, um grande desafio fazer essa releitura. Primeiro porque é uma banda bem dedicada com cada parte do arranjo, com uma legião de fãs bem devotos e que encerrou atividades recentemente. Então ousamos recriar esses arranjos e trazer para dentro do meu vocabulário com a ajuda do Wanderson Lopez – detalha o artista.

Marcos Almeida ainda destaca que todas as “Canções Para Morar em Tempos Difíceis” passam por alguns critérios.

– Antes de tudo, a música precisa ter essa transpiração poética do esperancês, e “O Vencedor” tem muito. Ela é profética, um protesto do rock contra a ideia de um triunfalismo e uma meritocracia anti-esperança que adoece muito as pessoas hoje. Passa pelo conteúdo, pela memória afetiva de ter marcado o início do Palavrantiga. Inclusive tem um vídeo circulando na internet há mais de dez anos, onde a gente, junto a banda Crombie tocou de um jeito bem espontâneo e informal, tornando-se então uma dívida com esses ouvintes que me acompanham desde aquele tempo – declara o músico, que explica que cada canção representa uma linguagem que tem como base o esperancês, “que é essa linguagem poética que consegue, em meio à dor, antever coisas boas”.

CANÇÕES PARA MORAR EM TEMPOS DIFÍCEIS

Apesar das três canções gravadas por Marcos Almeida serem de artistas distintos – “Paciência” (Lenine), “Tenho Sede” (Gilberto Gil) e “O Vencedor” (Los Hermanos) – todas falam e cantam sobre a falta – a falta de paciência, a falta de água, a falta da pessoa e a falta de paz – e a esperança que está muito relacionada com essa alta e com o desejo.

– Naturalmente, a gente vai encontrando diálogos possíveis entre as canções. Então, elas se conversam muito e dá para fazer um filme, inclusive, está em pauta a continuidade daquele primeiro filme de “Paciência” para falarmos também da questão da água, do desejo, da questão romântica e da questão da meritocracia, que já mencionei, dialogando uma com a outra e retratando os dramas humanos contemporâneos – afirma.

Publicidade

E são esses dramas humanos em busca de um lugar de refresco, do recanto do guerreiro que pontuam “Canções Para Morar em Tempos Difíceis”. 

– O conceito de “Canções Para Morar em Tempos Difíceis” surgiu a partir da ideia do “recanto do guerreiro”. Um lugar de refresco, um pomar, um solo fértil onde a gente planta árvores importantes para o nosso ecossistema e que protegem a todos. Onde podemos construir a casa da árvore, estender redes, instalar balanços. É um lugar lúdico, um lugar de descanso e proteção, onde o repertório e a canção brasileira tornam-se um refúgio em tempos complicados, aqueles que todos nós, em algum momento, passamos.

De acordo com Marcos Almeida, o projeto está dividido em dois blocos, sendo o primeiro formado por “Paciência”, “Tenho Sede”, “O Vencedor” e, em breve, “Juízo Final”, de Nelson Cavaquinho, que será lançado em março. Para o segundo bloco, o cantor pretende lançar mais quatro canções ainda neste ano, além de uma turnê focada nessas recriações, mas conversando com seu repertório autoral.

– A música pode fazer muita coisa, mas ela não é tudo. Para passar por tempos difíceis, você precisa de amigos, da sua família e de relacionamentos substanciais. Precisa cuidar do corpo, fazer exercícios físicos, boa alimentação. Cuidar de suas emoções, da alma, fazer terapia. Tudo isso é bom, mas o ápice de tudo é a mesa, o encontro com pessoas que você ama, com pessoas que cuidam de você, com pessoas que são cuidadas por você e vão trazendo de volta o sentido para passarmos por tempos difíceis. Na música chamamos isso de harmonia – encerra Marcos Almeida, que acredita que é possível unir espiritualidade e criatividade sem perder de vista “que a arte é um dom, uma dádiva e por isso deve ser transmitida e fluir como um rio”.

Ouça a canção “O Vencedor” na voz de Marcos Almeida em todas as plataformas digitais: 

https://onilnk.com/save/MarcosAlmeidaOVencedor 

Publicidade

Assista ao visualizer de “O Vencedor” na voz de Marcos Almeida no YouTube: 

https://www.youtube.com/watch?v=8kNT8H9x76A

 

Continue lendo

Lançamentos 2024

Com bela interpretação, Allan Tomaz declara um “Novo Sol” sobre a sua vida

Publicado

em

Cante, profetize o cuidado do Senhor e alegre-se na presença dEle com esta canção!

Uma canção, uma oração, uma declaração de fé, de confiança no Deus Todo-poderoso! Uma confissão de total segurança no “Deus que nunca falhou”, para ser entoada em todo o tempo. Melodia suave, envolvente, que, unida à letra, é um convite para o louvor. Essa é a música “Novo Sol”, lançamento independente do cantor e compositor Allan Tomaz, com assessoria da Frutificai Produções.

A gravação de voz foi realizada no estúdio MIG e as cenas do videoclipe foram captadas na bela Praia Vermelha, localizada na Urca, aos pés do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro (RJ). A produção musical e os arranjos da canção têm a assinatura de Mateus Pessanha. Direção vocal e backs: Belle Nunes. Na gravação do vídeo, atuaram: Luan Roberto – produção e direção. Tom Policarfo – assistência. Patrick Jr. – captação Drone.

A mensagem de “Novo Sol” está relacionada à confiança na Palavra de Deus e em Seu propósito para cada um dos Seus filhos. “Na alegria ou em meio a adversidades, o Senhor tem o controle de tudo. Precisamos apenas confiar e descansar, estando sempre atentos ao Seu falar”, declara Allan.

Ele conta que o processo de composição de “Novo Sol” foi bem diferente, “uma experiência linda!”. No momento de louvor, durante o seu devocional, ele simplesmente começou a cantar a música como se ela já existisse, como se ele já a conhecesse de cor: “Foi uma experiência incrível!” Os músicos participantes deste projeto são: Mateus Pessanha (teclado e guitarras), Renato Mor (synth bass). Renan Martins (bateria).

Publicidade

Allan Tomaz nasceu em Niterói (RJ) e reside atualmente em São Gonçalo (RJ). Começou a cantar aos sete anos e, desde então, segue o caminho com a música. Em agosto de 2023, ele lançou o seu primeiro single, intitulado “Descanso”.

Que a mensagem do Espírito Santo alcance o seu coração, trazendo-lhe esperança e confiança nos propósitos e desígnios do Senhor para você. Ele sempre tem o controle de tudo e, com certeza, já preparou um “Novo Sol” de bênçãos e graça para sua vida. Independentemente de quão ruim possa estar sendo a sua estação, amanhã existe um novo dia, um novo sol preparado pelo Senhor. Descanse e confie.

Assista ao videoclipe da canção “Novo Sol” no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=uI_A3D8y7t4

Ouça a canção “Novo Sol” nas plataformas digitais e adicione à sua playlist: https://onerpm.link/AT-NovoSol

Siga, interaja e acompanhe o cantor Allan Tomaz nas Redes Sociais!
Instagram: https://www.instagram.com/_allantomaz
YouTube: https://www.youtube.com/@AllanTomaz

Acompanhe a Frutificai nas Redes Sociais!
Frutificai Produções: https://www.instagram.com/frutificaiproducoes
WhatsApp: https://abre.ai/frutificaiproducoes

Publicidade

Por Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa Frutificai Produções

Continue lendo

Trending