Connect with us

Exclusivo

Eliã Oliveira, o pentecostal clássico ainda prevalece!

Publicado

em

No dia 24 de novembro a cantora Eliã Oliveira lançou o louvor “Salmos 91”, e já é um sucesso absurdo entre os assembleianos. Eliã Oliveira é atualmente a maior representante da categoria pentecostal tradicional, onde suas canções tem um alcance absurdo a cada lançamento. Com letras simples e puramente bíblicas o estilo de Eliã vem a décadas conquistando o público.

Eliã Oliveira era altamente reconhecida no nordeste do país, e aos poucos foi chegando pela região sudeste com alguns louvores como “Fica na Porta” (fica na porta Mardoqueu) e “Guerra de Josafá”,  até que em 2011 veio o lançamento do álbum que a alavancou para todo território nacional, o CD “Trajetória de um fiel” que trouxe os sucessos “Sobrenatural” e o nacionalmente bem-afamado “Gideão e os trezentos”. O álbum foi distribuído pela Patmos Music, atual CPAD Music.

De lá pra cá foi difícil não ouvir os louvores da cantora e compositora serem cantados pelos grupos de senhoras das Assembléias de Deus. Os vídeos ao vivo da cantora em diversas igrejas ajudaram a propagar seu ministério, onde sua simplicidade conquistou a muitos por onde passou e sempre o que todos falam é unânime: “Ela prega cantando!”

Publicidade

Ver letras como as que Eliã escolhe seu repertório é raridade no atual cenário gospel em que estamos. Letras altamente cristocêntricas que falam e propagam a grandeza de Deus e como ele sempre está ao lado da sua igreja em todos os momentos. A prova disso é seu novo sucesso “Salmos 91”, que foi escrito por Jonathan Paes, o mesmo compositor do outro sucesso de Eliã, a música “No tempo dele”.

Gospel Channel Brasil/Fotos: Divulgação Eliã oliveira

Publicidade

brasil

ITEPA Bible College celebra 15 Anos oferecendo os melhores cursos de Teologia

Publicado

em

ITEPA Bible College ( Instituto Teológico Pescadores de Almas ) comemora 15 anos com mais de 2.000 alunos, seguindo o compromisso com o combate ao analfabetismo bíblico e a formação de líderes religiosos capacitados e comprometidos com o Reino. Desde sua fundação, o ITEPA Bible College tem se dedicado a oferecer cursos preparatórios e mentoria que promovem um estudo sistemático das Escrituras, impulsionando o fortalecimento das lideranças religiosas.

O Instituto surgiu da necessidade de formar obreiros preparados para uma liderança saudável e bíblica, onde o conhecimento das escrituras é considerado fundamental. “Viemos de um costume onde o conhecimento das escrituras não era padrão de exigência para o exercício ministerial, o que torna a igreja doente espiritualmente, pois se não vivermos a palavra, não tem como falarmos e ensinarmos sobre ela”, diz o pastor Adson Belo, responsável pelo instituto.

Ao longo desses 15 anos, o ITEPA Bible College alcançou importantes avanços, formando diversos líderes de diferentes ministérios graças a uma base teológica sólida, centrada na Bíblia e não em placas de denominações. Esses fatores permitiram que lideranças sejam preparadas para amadurecerem suas respectivas igrejas.

Para ingressar nos cursos do instituto, os critérios de seleção enfatizam um coração incendiado pelo desejo de aprender a Bíblia e a humildade para se dedicar ao estudo sem preconceitos. “Não vemos pessoas como folhas em branco, porque todos que entram aqui, carregam uma história, mas só permanece, quem além do coração disponível, tem a humildade de sentar para aprender, sem vir carregado de preconceitos”, aponta o pastor.

Além do Bacharelado em Teologia, o ITEPA oferece programas acadêmicos adicionais, como cursos extras de capacitação, entre eles Teologia Geral, História da Igreja, Psicologia Pastoral, Escatalogia, Cristologia, Sociologia da Religião, Ética Ministerial e Jurídica, Teologia do Discipulado e muitos outros.

Publicidade

A maior diferença dos cursos do ITEPA Bible College é que a instituição oferece uma plataforma exclusiva para que os alunos possam acompanhar as aulas de qualquer lugar do mundo, no horário que quiserem, sem perder nenhum conteúdo ministrado.

Os cursos se destacam cada vez mais a ponto do instituto completar a marca de 2.000 alunos no mês de julho, um marco comemorado por todos os envolvidos neste grandioso projeto de ensino teológico.

“Nosso maior testemunho são as próprias pessoas que falam para outras sobre aquilo que ensinamos em nossa sala de aula. Mas não apenas fala, vivem uma mudança, e quando se tem mudança, pouco precisa falar, as pessoas buscam pela fonte”, finaliza o pastor.

Informações adicionais:

Clique aqui e faça a sua Matrícula: https://wa.me/message/ORS6GSOWS7WRM1

Siga nas redes sociais

Publicidade

Instagram: https://www.instagram.com/itepabiblecollege/

Facebook: https://www.facebook.com/itepabiblecollege

Youtube: https://www.youtube.com/@ITEPABIBLECOLLEGE

Fonte: Agência Duxer

Informações: contato@agenciaduxer.com.br

Contato: 11 94464-4207 (Camila Mota / Ivan Justino)

Publicidade

Continue lendo

Exclusivo

Resenha do novo álbum de Elaine de Jesus – “Jesus”

Publicado

em

Já não me lembrava mais o que era uma música pentecostal bem produzida! Acredito que na última década nos acostumamos com o básico. Não lembro quem teve a ousadia de fazer uma produção musical “pesada” (num bom sentido). E falando de Elaine de Jesus achava que não iria mais ter álbuns com a qualidade musical do “Pérola” e “Sala do trono” porque era algo difícil de se fazer atualmente, nas maioria das faixas produzidas por diversos produtores musicais a gente tinha apenas arranjos básicos sem ousadia nenhuma. Claro que o básico quando bem feito é ótimo e temos exemplos disso atualmente como Eliã Oliveira (eu estou falando de música pentecostal ok?!)

“Transparência” lançado em 2008 foi a última produção independente que Elaine apresentou. De lá pra cá a cantora passou a ter a distribuição de seus álbuns físicos pela Semeador e Aliança (atual Musile), assinou com a Sony Music e posteriormente com a MK, e vamos falar a verdade, quando se assina com gravadora a cantora normalmente tem que passar pelo crivo (as vezes irritante) da buriladora e ocasionalmente dá muitos palpites desde a letra até o ritmo de algumas músicas. O que quero dizer é que Elaine como produtora executiva de seus projetos sempre apresentou álbuns infames no quesito sonoridade, afinal quem estava na direção geral de suas próprias produções era ela, e o principal, cantava o que sentia que deveria cantar, não seguia modismo!

Quando se ouve “Perola”, “Sala do trono” e “Transparência” uma coisa fica bem nítido e até se perguntamos “Como podem ser tão diferentes?” Álbuns como uma força sonante absurda que quando chegamos no “Celestial” no ano de 2010 (lançado pela Sony) estranhamos e na época confesso que achei um CD bem OK! Um  disco mais calmo, pé no chão e cá entre nós feito as pressas! Mas em 2012 o CD “Escolhidos” já veio mais pulsante em relação ao seu antecessor, mas o mal de gravadora é querer sempre gravar o que tá na moda. Em  sua passagem pela Sony seus álbuns deixaram um pouco o cristocentrismo de lado cantando mais músicas sobre exaltação, o que é bom, mas quem cresceu ouvindo Elaine de Jesus sabe que o que ela faz de melhor é interpretar letras que glorificam a Deus, verdadeiras poesias cantadas ao Senhor! “Escolhidos” trouxe um pouquinho disso de volta com as faixas “O senhor do Reino é Ele”, “Surpresa da Glória” e a regravação de “A demora de Deus”, mas faltava aquele toque que ouvíamos em músicas como “Ele é capaz”, “Esse Deus é Jeová”, “Olha irmão” o estrondoso “Manifestação da Glória” todos esses inclusive produzidos por Jairo Manhães (Jairinho)… mas vou deixar pra falar sobre Jairinho em outra oportunidade!

Em 2016 Elaine chega a MK Music, bem na hora em que findava a era dos CDs, e lançou o disco “Somos a igreja”, uma produção muito boa, mas com disse já estávamos acostumados com produções básicas e bem feitas. Agora a barra subiu de novo!!

Como disse no início os lançamentos pentecostais desse ano vão ter uma nova comparação no quesito arranjos musicais. Elaine de Jesus simplesmente lançou um álbum com uma qualidade sonora que não escutava há muito tempo e com o título mais lindo que existe “Jesus”. E  sim você leu direito é um álbum e não single! Quanto tempo sem lançamentos de um projeto completo na música pentecostal. Quando se escuta uma obra completa temos a dimensão de como tudo foi preparado com muito exímio em todos os aspectos. E ver Elaine voltando a cantar poesias que glorificam a Deus com arranjos musicais tão pujantes é de arrepiar!

Publicidade

Quem assina essa obra são os produtores musicais Rafael e Júnior Andrade, que desde o início prometeram fazer um projeto pentecostal como os da década de 2000. E fizeram! Com certeza vai ter mais cantores que vão procurar esses dois para produção musical. Esse também é um dos pontos que admiro em Elaine, a coragem que ela tem em mudar de produtor para apresentar algo novo, diferente e manter sua essência.

Elaine junto com os produtores Rafael e júnior Andrade

 

O back Vocal sem comentários! Que cantor ou cantora tem coragem de colocar mais de cinco vozes no back atualmente? Pois bem, o álbum “Jesus” vem com 9 vozes: Vanessa Granuzzio, Iana Andrade, Anne Vieira, Guega Vieira, Josy Xavier, Pedro Boss, Anderson Fernandes, Rafael e Júnior Andrade.

As fotos do projeto foram feitas por Gih Pepsi e , claro, Manoel Guimarães que acompanha Elaine há anos em suas produções. E você me pergunta, fotos? Para as capas? TAMBÉM, mas o que sabemos é que vai ter uma tiragem limitadíssima em disco físico e o encarte deve estar a altura desse projeto. O álbum “Jesus” vai ser lançado com 11 faixas e alguns grupos da cantora falam em até Versão Deluxe, e não é pra menos. Elaine de Jesus está completando 30 anos de ministério em 2023, com certeza tem muitas novidades para esse ano. O álbum Jesus foi lançado nas plataformas digitais com 9 faixas, as outras duas foram guardadas para posteriormente chegarem como single e com videoclipes, mas na versão física vai ter todas as faixas pelo que estamos vendo nas redes sociais. As artes do projeto foram assinadas por Mizael Batalha.

  1. Jesus

A faixa tema é a primeira do álbum. O que já simboliza que o tema deste projeto é Cristo Jesus. Espiritualmente há uma guerra sendo travada, no dia do lançamento do álbum o Instagram de Elaine passou por uma grande instabilidade quase impossibilitando de fazer até a live de lançamento, agora pensem, um álbum chamado “Jesus” sendo lançado em todas as plataformas digitais de música em todo o mundo, exaltando Yeshua Hamashia em meio a tantos outros lançamentos seculares, realmente é preciso estar debaixo de muita oração. Em menos de 24 horas  o single bateu 100 mil views no canal da cantora. A letra é de Cláudio Louvor e foi a última música a entrar no repertório. Não tem como descrever o que sentimos ao escutar essa faixa, é impactante! Já consigo ver grupos louvando ele nos culto da Santa Ceia. Vai ser lindo!

2. Essência da Eternidade

Se tem lançamento de Elaine de Jesus, claro que não pode faltar composição de Elizeu Gomes. E que produção musical a altura que essa letra merecia! Tudo bem colocado até a mixagem dos arranjos e vozes  estão perfeitas. Dá para escutar os instrumentos, tudo bem preenchido como era nos tempos do “Pérola”. Mais uma faixa que exalta a Deus e ponto!

Publicidade

3. Encontro dos Séculos

Essa faixa era para ser o título do álbum, e seria um título muito bom também. Elizeu Gomes e Rogério Jr assinam a composição, dessa junção óbvio que sairia uma linda canção. Fechar os olhos e imaginar o encontro da igreja com Jesus ao escutar essa faixa é de animar nossa fé que Cristo está voltando.

 

4. Prepare o Culto

O primeiro single divulgado do álbum “Jesus”. Em menos de um mês chegou a marca de mais de 1 milhão de views. E aqui eu digo mais uma vez, Elaine de Jesus nunca precisou de gravadora para tomar conta de sua carreira e seus lançamentos. Durante anos ela através de seu próprio selo, Cristo Vencedor, sempre produziu e lançou seus maiores hits. Essa faixa é a mais tranquila do álbum e escolhida como primeira musica de trabalho por vários motivos, entre eles, claro, lançar uma música que atraísse todo público cristão em geral, e essa letra conseguiu fazer esse feito, quem acompanha Elaine sabe que ela combina demais com letras poéticas de exaltação a Deus, mas se quiser chegar a mais pessoas é preciso de uma faixa mais “pé no chão” e “Prepare o culto” cumpriu bem esse propósito.

Publicidade

 

5. Desafio

Quem disse que não tem história bíblica no álbum? Não só de  canções poéticas Elaine sabe interpretar bem, aqui temos uma faixa que conta a história de Elias e os profetas de Baal. Não tem como passar faixa a faixa e não falar dos arranjos, estão lindos!! Os arranjos te envolvem com a letra e a história. A composição é de Cláudio Louvor e Leandro Borges.

6. Aliado

Com composição de Leandro Borges, temos uma letra que visa falar com quem está passando por dificuldades e que Deus não abandonou nessa prova, Deus está ao nosso lado! Destaque para a ponte que dá vigor a faixa para não ficar repetindo somente o refrão.

Publicidade

7. Creio assim

Mais uma introdução musical lindíssima, e não é pra menos, é uma nova roupagem para essa letra que foi gravada pela irmã de Elaine, a Suelen de Jesus, em 2003. A composição é de Elizeu Gomes. Nada melhor do que trazer a memória o estilo dos anos 2000 com uma música que foi escrita naquela época, os produtores musicais tiveram que trabalhar bem nessa faixa pra deixar ela com o sentimento “nostálgico” e ao mesmo tempo bem atual. Apesar de que sou meio contra regravações, quando fica muito bem feita não tem problema!

8. Está entre nós

Aqui temos uma faixa singular. É uma música boa quando a vemos num contexto de que é um álbum, porque se fosse lançada como single talvez seria muito criticada por ser um pouco repetitiva, chega no limite de ser enjoativa, mas não é! Talvez os produtores poderiam ter pensado um pouquinho em como ajustar melhor as repetições e o refrão, mas tudo bem, não tira o brilho da obra. Mas o refrão fica na nossa mente, então se a ideia era fazer a gente decorar com facilidade conseguiram! A composição é de Leandro Borges.

9. Do Sacrifício à Glória

Que tal encerrar com uma faixa com arranjos fortes e bem feitos e com letra cristocêntrica como no início do álbum? Pois bem, escrita por Daniel Nadje temos a faixa que insere a famosa “Chave de ouro” para finalizar esse projeto incrível. Hino pra grupo de jovens (fica a dica) mais uma pro culto da Santa Ceia. De “Jesus” até “Do sacrifício à Glória” temos um disco totalmente voltado para glorificar e adorar o Cordeiro, Santo dos Santos e Leão da tribo de Judá, nosso amado e bom Jesus.

Publicidade

 

A parte ruim de apresentar uma obra como essa é que sei que é difícil manter essa mesma qualidade nas produções seguintes. Já vimos isso, quando se atinge esse grau de qualidade elevada a cobrança aumenta, a expectativa fica alta e se não vier como esperamos podemos nos decepcionar. Temos que aprender que cada álbum tem seu tempo e momento. Rafael e Júnior Andrade fizeram um excelente trabalho, daria fácil pra escutar um álbum com 12 faixas ou mais com essa mesma dinâmica musical.

© 2023 Gospel Channel Brasil | Coluna  Provocador Gospel | Todos os direitos reservados

Publicidade
Continue lendo

Exclusivo

CGADB irá processar todos que se opõem as lições da EBD e seus comentaristas?

Publicado

em



Provocador Gospel – Em uma nota de esclarecimento sobre as lições da Escola Bíblica Dominical deste trimestre, que é ministrada na maioria  das Assembleias de Deus em todo o Brasil , A CGADB/CPAD publicou dizendo que “Será aberto processo ético disciplinar para apurar a conduta dos responsáveis pelos fatos e suas publicações.” Ou seja ninguém pode contestar ou criticar os “Homens de Deus” que assinam as lições da famosa revistinha! 

Publicidade

Tudo começou quando o pastor José Roberto dos Santos da igreja evangélica Assembleia de Deus da cidade de Abreu e Lima,  censurou a revista do 3º trimestre de 2021 da CPAD em seu ministério. Segundo a igreja de Abreu e Lima, o comentarista da lição, pastor Claiton Ivan Pommerening, possui “posições ideológicas marxistas , apologia à teologia da libertação e promoção do ecumenismo em ambientes confessionais assembleianos”.

Essa afirmação magoou o atual presidente da CGADB, Pr José Wellington Júnior, filho do Pr José Wellington Bezerra da Costa, ou seja, a família comanda as Assembleias de Deus do Brasil desde 1995. 

Quando digo comanda quero dizer quero dizer que todas as convenções abaixo são submetidas a CGADB, e uma boa fatia das Assembleias de Deus são vinculadas a essas convenções:

  1. CEIMADAC
  2. CEMEADAP
  3. CEADTAM
  4. COMIEADEPA
  5. CIADSETA-PA/MT
  6. CIMADMUBE
  7. CEMADERON
  8. CEDADER
  9. COMADER
  10. CIADSETA-TO
  11. COIMADETINS
  12. COMADAL
  13. CEADEB
  14. CONFRAMADEB
  15. CONADEC
  16. CIMADEC
  17. CONFRADECE
  18. COMADECE
  19. CEADEMA
  20. COMADESMA
  21. COMEAD-CGPB
  22. COMADEP
  23. COMADALPE
  24. CONADEPE
  25. CEADEP
  26. CEMADERN
  27. CMIADESE
  28. CEADDIF
  29. COMADEBG
  30. COMADEPLAN 
  31. COMADEMAT
  32. COMADEMS
  33. CADESGO 
  34. CONFRAMADEGO
  35. CIMADSETA
  36. CADEESO
  37. CEMADES
  38. COMADEESO
  39. CONFRADEESTO
  40. CEADES
  41. COMADEMG
  42. COMADETRIM 
  43. COMADVARDO
  44. CIMADEMIGO
  45. COMADELESTE 
  46. CONFRADEMGO 
  47. CEADER
  48. CONFRADERJ
  49. COMADERJ
  50. CEADERJ
  51. CPEADERJ
  52. COMAERJ 
  53. COMIADEF
  54. CONFRADESP
  55. COMADESPE
  56. CIEADESPEL
  57. COMOESPO
  58. CIEADEP
  59. CIEPADERGS
  60. CIADESCP

Se você é pastor ou possui outro cargo eclesiástico e faz parte de alguma convenção citada acima quer dizer que você faz parte da CGADB e está submetido a todas as regras impostas pela convenção. Agora imaginem como o abalo deve estar forte sendo que uma igreja, cujo pastor é filiado a CGADB, decidiu banir a revistinha do 3º trimestre. 

O controle da CPAD pertence a CGADB que já mobilizou seu departamento jurídico para impedir quaisquer questionamentos sobre seu material. 

Quem é o Claiton Ivan Pommerening?

Publicidade



Foto Reprodução Rede Sociais

Doutor (2015) e Mestre (2008) em Teologia pela Faculdades EST. Possui graduação em Teologia pela Faculdade Evangélica de Teologia de Belo Horizonte – FATEBH (2009), graduação em Ciências Contábeis pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (1990) e especialização em Teologia e Bíblia pela Faculdade Luterana de Teologia (2004). 

Atualmente é diretor da Faculdade Refidim e do Colégio Evangélico Pr. Manoel G. Miranda; vice-presidente da CEEDUC – Associação Centro Evangélico de Educação Cultura e Assistência Social em Joinville (SC). Editor da Azusa Revista de Estudos Pentecostais (ISSN 2178-7441) da Faculdade Refidim de Joinville (SC) e da Revista REPAS – Rede de Estudos Assembleianos (ISSN 2526-5458). É docente e pesquisador na Faculdade Refidim. 

Tem experiência na área de Administração de entidades sem fins lucrativos, com ênfase em Administração de Unidades Educativas. 

Membro do Conselho Geral da RAE – Rede Assembleiana de Ensino, membro do grupo gestor do RELEP ? Rede Latino-americana de Estudos Pentecostais, membro do GEP – Grupo de Estudos do Pentecostalismo/Refidim e do FPLC – Fórum Pentecostal Latino-americano e Caribenho.

Publicidade

Claiton é casado com Thaís Andréa Mafra Pommerening desde 1990, desta união nasceram duas filhas: Letícia Nicolle  e Thaíne Saloá. 

Como podemos ver seu histórico não condiz com as acusações provindas de Abreu e Lima que, até agora, não apresentou provas das acusações e está levantando debates no meio das Assembleias de Deus por todo o Brasil. 

O fato que me chama atenção é que a CGADB querer colocar uma mordaça a todos que criticarem e se opuserem as lições da CPAD, que já há anos estão desatualizadas e sendo repetitivas e cada vez mais caras! Isso jamais irei concordar!

E sim, a editora deve sair em defesa de seu comentarista visto que as acuações contra ele são graves e a igreja de Abreu e Lima deve explicações, assim como Claiton Pommerening deveria se manifestar sobre o assunto e desmentir essas acusações e não se esconder atrás da CGADB. Provavelmente alguém do jurídico aconselhou ele a não dizer nada. 

Provocador Gospel

Gospel Channel

Publicidade

Continue lendo

Trending