Connect with us

Gospel News

Lei anticonversão a ser considerada em Karnataka, na Índia

Publicado

em

O governo nacionalista hindu em Karnataka, que registrou o segundo maior número de ataques contra cristãos no último ano, está planejando introduzir um tipo de lei “anticonversão” com o pretexto de parar a violência de anticristãos em outros estados.

Leis semelhantes são designadas para impedir conversões à força ou fraudulentas, mas, elas são desentendimentos populares como conversões criminalizadas em geral. Comentários de autoridades públicas às vezes reforçam essa ideia equivocada: a constituição da Índia fornece liberdade, mas, o ministro da justiça, lei e direitos humanos de Karnataka, S. Suresh Kumar disse que o governo do estado “está estabelecido para moldar uma lei anticonversão, enquanto hindus inocentes são convertidos a outras religiões”.

“Pobres e incultos hindus estão se tornando vítimas de falsas propagandas contra o hinduísmo, e nosso governo está planejando representar uma lei após estudar projetos de leis similares a atos anticonversão de vários outros estados”, disse o ministro BJP na Organiser, publicação oficial dos hindus extremistas, Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS), o mentor ideológico da BJP.

Leis anticonversões estão em vigor em cinco estados – Orissa, Madhya Pradesh, Chhattisgarh, Himachal Pradesh e Gujarat – e suas implementações são esperada nos estados de Arunachal Pradesh e Rajasthan. Cinicamente nomeada de “Liberdade de atos religiosos”, a lei procura conter as conversões religiosas feitas “à força ou com fraude”, mas, o grupo de direitos humanos disse que eles obstruem conversões de nacionalistas hindus, convocados para perseguir cristãos com falsas prisões temporárias e encarceramentos. Numerosos casos contra cristãos têm sido arquivados sob várias leis de anticonversão, principalmente em Madhya Pradesh, Chhattisgarh e Orissa, mas nenhum foi condenado em mais de quatro décadas desde que as leis foram implantadas.

Publicidade

O Dr. Sajan K. George, presidente nacional da base do Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC – sigla em Inglês), expressou angústia à respeito dos planos comunicados para introduzir a lei que tem história de abusos por hindus extremistas nacionalistas. Ele também demonstrou sua preocupação com a negligência do governo na perseguição de todos que tinham atacado os cristãos.

“Infelizmente, 2008 mostrou o pior tipo de regressão na nossa sociedade, como a igreja na Índia experimentou uma onda de violência e perseguição sem precedentes desde a origem do cristianismo na Índia há 2.000 anos”, disse Dr. George, referindo-se a um aumento repentino de ataques de anticristãos em vários estados da Índia, principalmente em Karnataka e ao leste do estado de Orissa, no último semestre do ano.

Com o BJP formando um governo próprio no último ano, há um temor dentro da comunidade cristã que esta perseguição possa crescer ainda mais, ele disse.

“Karnataka registrou pelo menos 112 ataques, ao longo dos 29 estados em 2008”, e pelo menos mais 10 incidentes semelhantes foram registrados este ano, disse Dr. George. O número de cristãos é pouco mais que 1 milhão dos 52.8 milhões da população de Karnataka.

Entre os distritos mais tensos em Karnataka estão: Mangalore, Bangalore e Davangere, de acordo com o Dr. George. Os distritos de Chikmagalur, Chitradurga, Belgaum, Tumkur, Udupi, Shimoga, Dharwad e Kodagu são também potencialmente instáveis, ele disse. O GCIC registrou que em 11 de janeiro, hindus extremistas nacionalistas invadiram as casas de cristãos convertidos em Amrthmahal Kavalu, região próxima à cidade de Tiptur no distrito de Karnataka Tumkur, agrediram verbalmente quatro cristãos e queimaram suas bíblias. Os nove hindus ameaçaram colocar fogo na casa se os cristãos continuassem a cultuar no Calvary Gospel Centre.

Publicidade

Além de a violência anticristãos ser justa na mente da população, críticos dizem que a lei anticonversão é lenta e complicada, objetivo para hindus extremistas. No estado de Gujarat, o arcebispo de Gandhinagar, Reverendo Stanislaus Fernandes, e uma organização sem fins lucrativos tem arquivado uma petição no tribunal desafiando um requerimento em Gujarat da lei anticonversão, que o correligionário obtém permissão prévia de um juiz do distrito antes de realizar ou participar de uma cerimônia de conversão. O jornal The Times of India registrou na sexta-feira (27 de fevereiro) que o Juiz M. S. Shah e o Juiz Akil Kureshi aceitaram o caso e emitiram um anúncio ao estado que o governo procura explicações nas objeções levantadas pelos requerentes.

“Por forçarem conversões somente por interesse de anúncio público e conhecimento, realmente almejam facilitar e encorajar os religiosos fanáticos a terem a lei em suas mãos para impedir conversões livre e voluntárias”, os advogados dos requerentes protestaram. “Em nome de manter a lei e ordem, o ato irá convidar pessoas para perturbar a lei e ordem.” o advogado acrescentou que almeja principalmente “impedir Dalits e adivasis (povos tribais) de se converterem a outra religião, deste modo, os forçam a permanecerem e se misturarem com o hindu”.

Fonte: Portas Abertas

Publicidade
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gospel News

Jéssica Augusto | Soldado Ferido [Cover Junior]

Publicado

em

Continue lendo

Gospel News

Grupo Frutificai expande no mercado com marca própria de camisetas

Publicado

em

Chega ao mercado cristão uma nova marca de roupas, “Frutificai”.

Esta novidade é a realização do sonho do casal pernambucano Roney Santos e Nailma Xavier. Roney nasceu na cidade de Palmares e Nailma na cidade de Sertânia. Atualmente, moram em Palmares (PE). Com muita alegria, eles lançam a primeira coleção de camisetas em parceria com o Grupo Frutificai – que conta com a Web Rádio Frutificai, a Frutificai Produções (assessoria artística, divulgação, impulsionamento e plano de carreira) e o portal de notícias Sal da Terra.

Estávamos pedindo a Deus mais uma forma de semear a Sua Palavra, visto que já temos a Web Rádio Frutificai lançando sementes 24 horas por dia. Deus nos deu, em outubro de 2021, a ideia de fazer essa semeadura por meio de camisetas com Sua Palavra estampada nelas. Depois disso, oramos e iniciamos as pesquisas de mercado e a melhor forma de produzi-las. Montamos a nossa produção e hoje lançamos um produto exclusivo e de altíssima qualidade. Temos certeza de que essa semente será resposta de oração, acalento e conforto para muitos corações. Nós, do Grupo Frutificai, entendemos que as camisetas são mais uma ferramenta de evangelização,” Roney Santos compartilha motivado.

A marca, cujo slogan é “Frutificai – coberto pela graça”, surgiu após o casal assimilar o propósito do Grupo Frutificai que é gerar frutos levando a Palavra de Deus ao máximo de pessoas possível. Diante disso, os empresários Roney e Nailma perceberam que também precisavam cumprir a missão do Grupo Frutificai levando a Palavra de Deus ao conhecimento de mais pessoas; assim, nada melhor do que estampá-la em camisetas: “Por meio das camisetas, não precisamos anunciar o que pensamos, mas, expressando a verdade de Cristo em uma estampa, estamos dizendo tudo”, ressalta Nailma.

Publicidade

Roney enfatiza que o mote, “Vestindo-se com a Palavra de Deus”, define a ideia de vestir não apenas o corpo, mas o espírito e que a qualidade será um diferencial no qual a marca se firmará: “Na atualidade, sabemos que existem várias marcas de camisetas que também fazem um grande papel. Entretanto, a ‘Frutificai’ vai priorizar a excelência em todos os aspectos e processos que garantirão a qualidade das suas peças. Servimos a Deus e temos de fazer o nosso melhor para Ele, em primeiro lugar, e para todos que terão uma camiseta da Frutificai’. Seremos rigorosos com todo o nosso processo de produção, da concepção das peças às mensagens estampadas, visando a satisfação daqueles que serão mais do que nossos clientes, mas, acima de tudo, alvos do nosso amor em Cristo.

Os empresários pernambucanos reforçam o fato de que, atualmente, há uma grande procura por este produto e comentam a respeito: “Tivemos um grande crescimento de cristãos no país. Hoje, representamos 81% da população total do Brasil. Vendo toda essa tendência, unimos o nosso propósito, nossas ideias e ações para gerarem frutos. Todas as frases são exclusivas, todas nossas estampas são como cartas vivas anunciando Deus, Jesus e a Salvação em meio à multidão. Por meio das camisetas ‘Frutificai’, podemos expressar nos ônibus, nas ruas, no trabalho, em casa, festas, um pouco do que cremos e praticamos em nossa vida.

E a ‘Frutificai’ não para por aí. Roney e Nailma lançam esta primeira coleção chamada ‘Graça’, mas já antecipam que outras coleções virão no decorrer do ano: “Em breve, com a bênção de Deus, estaremos expandindo para mais acessórios.

Bruno Fonseca, diretor geral do Grupo Frutificai, fala da satisfação com esta parceria: “O Roney Santos é um amigo mais chegado que um irmão (Provérbios 18.21). Ele participou ativamente da fundação da Rádio Frutificai, no ano de 2018, quando eu e minha esposa, Janile Fonseca, recebemos o nosso chamado. Ver este projeto crescer por meio da vida dele é incrível! Quero levar esta parceria para a vida toda. Estamos vivendo o nome do Grupo, frutificando a cada dia.”

Siga o Grupo Frutificai nas Redes Sociais!

Publicidade

Use Frutificai: https://www.instagram.com/usefrutificai
Site:
https://www.webradiofrutificai.com.br
Portal Sal da Terra: www.instagram.com/portalsaldaterra
Web Rádio Frutificai: www.instagram.com/webradiofrutificai
Frutificai Produções: https://www.instagram.com/frutificai_producoes
WhatsApp: https://abre.ai/frutificaiproducoes

Gospel Channel com Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa Frutificai Produções

Continue lendo

Gospel News

Cassiane | Bastidores gravação do clipe “Jesus Está no Barco”

Publicado

em

Continue lendo

Trending