Connect with us

Gospel News

O sofrimento dos cristãos de Chakma

Publicado

em

BANGLADESH – Das 13 tribos de Bangladesh, Chakma é considerada a maior. Quando os ingleses deixaram a Índia em 1947, a população de Chakma em Chittagong Hill Tracts esperava se tornar parte da Índia. A maioria deles era budista, por isso, os chakmas se consideravam mais hindus pertencentes à Índia do que muçulmanos do leste do Paquistão (atual Bangladesh).

PORTAS ABERTASHoje, a população de Chakma está dispersa em áreas montanhosas isoladas. Eles lutam pela independência de suas próprias terras de cultivo, já que a maioria dos habitantes são fazendeiros.O ressentimento crescente do povo de Chakma contra o governo de Bangladesh tem resultado em conflitos étnicos, deixando muitos em situações de indigência ou em condições de refugiados. As dificuldades que enfrentam cresceram ainda mais quando eles se tornaram cristãos.Durante os primeiros quatro meses de 2008, três incidentes isolados envolvendo os cristãos de Chakma aconteceram nos distritos de Khagrachari e Rangamati, Chittagong Hill Tracts, no sul de Bangladesh.Apesar de não ser confirmado que os incidentes tivessem motivações religiosas, os cristãos de Chakma foram presos sem mandados, tirados à força de suas terras e pegos no fogo cruzado dos conflitos religiosos.A Missão Portas Abertas pede a todos os cristãos do mundo que orem pelos crentes de Chakma.

Incursão contra os cristãos

Cerca de 108 famílias cristãs vivem há muitos anos em Upor Betchari, distrito de Khagrachari, e são maioria na região. Todas as sextas-feiras, os moradores de Upor Betchari alugam um transporte local, chader ghari, para descer as montanhas e ir ao supermercado da cidade comprar mantimentos.Mas o dia 11 de abril de 2008, durante a madrugada, soldados foram à Upor Betchari, guiados pelo condutor de um chader ghari capturado, e prenderam alguns cristãos que dormiam, acusando-os de serem rebeldes e terroristas. Os cristãos foram levados a um acampamento do Exército a quilômetros de distância.Alguns dos prisioneiros já foram libertados, no entanto, três cristãos permanecem sob a custódia do exército na prisão do distrito de Khagrachari: Ronjon (52), Pinto (22) e Ramendra (42). Foi reportado à Missão Portas Abertas que os três crentes têm sofrido agressões físicas na prisão.Ronjon, Pinto e Ramendra são os únicos provedores de sustento de suas respectivas famílias.Na aldeia de Hatambanala, distrito de Khagrachari, cerca de 200 muçulmanos bengaleses tomaram 150 acres das terras de 25 famílias cristãs Chakma, que viveram na região por séculos. A aldeia era predominantemente cristã até a chegada dos bengaleses.

Publicidade

Ameaças, acusações e conflitos

Desde então, muitos cristãos perderam seus empregos e muito do estoque de seus alimentos. Eles têm medo de enfrentar os muçulmanos, responsáveis pelo roubo de seus suprimentos, porque têm sido ameaçados.Em uma ocasião, alguns cristãos tentaram desmatar árvores em busca de novas terras, mas foram impedidos por muçulmanos. Quando a situação se tornou insustentável, muitas famílias cristãs deixaram suas casas e se refugiaram no meio das florestas.Os cristãos perderam não apenas suas casas para os muçulmanos, mas também seu lugar de adoração, a Igreja Batista de Hatambanala, quando em março, homens não identificados puseram fogo no templo, na tentativa de tomar as terras da igreja. A polícia investigou o incidente, mas ninguém foi preso.

Casas queimadas

No dia 20 de abril de 2008, 65 casas pertencentes ao povo de Chakma foram queimadas em Baghaichhari, no distrito de Rangamati. Oito delas pertenciam a famílias cristãs. Uma igreja na aldeia de Gangarammukh foi completamente destruída. O incidente foi um resultado de conflitos religiosos entre a tribo de Chakma e os muçulmanos de Bengala.O incêndio das casas de Chakma foi atribuído ao Exército, sob o pretexto de ter sido realizado por causa de um projeto do governo que iria construir 153 novas casas. Até o momento, as oito famílias cristãs de Chakma são refugiadas em seu próprio país, sofrendo com a falta de comida e de outras necessidades básicas. Ore por elas.

Publicidade
Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gospel News

Jéssica Augusto | Soldado Ferido [Cover Junior]

Publicado

em

Continue lendo

Gospel News

Grupo Frutificai expande no mercado com marca própria de camisetas

Publicado

em

Chega ao mercado cristão uma nova marca de roupas, “Frutificai”.

Esta novidade é a realização do sonho do casal pernambucano Roney Santos e Nailma Xavier. Roney nasceu na cidade de Palmares e Nailma na cidade de Sertânia. Atualmente, moram em Palmares (PE). Com muita alegria, eles lançam a primeira coleção de camisetas em parceria com o Grupo Frutificai – que conta com a Web Rádio Frutificai, a Frutificai Produções (assessoria artística, divulgação, impulsionamento e plano de carreira) e o portal de notícias Sal da Terra.

Estávamos pedindo a Deus mais uma forma de semear a Sua Palavra, visto que já temos a Web Rádio Frutificai lançando sementes 24 horas por dia. Deus nos deu, em outubro de 2021, a ideia de fazer essa semeadura por meio de camisetas com Sua Palavra estampada nelas. Depois disso, oramos e iniciamos as pesquisas de mercado e a melhor forma de produzi-las. Montamos a nossa produção e hoje lançamos um produto exclusivo e de altíssima qualidade. Temos certeza de que essa semente será resposta de oração, acalento e conforto para muitos corações. Nós, do Grupo Frutificai, entendemos que as camisetas são mais uma ferramenta de evangelização,” Roney Santos compartilha motivado.

A marca, cujo slogan é “Frutificai – coberto pela graça”, surgiu após o casal assimilar o propósito do Grupo Frutificai que é gerar frutos levando a Palavra de Deus ao máximo de pessoas possível. Diante disso, os empresários Roney e Nailma perceberam que também precisavam cumprir a missão do Grupo Frutificai levando a Palavra de Deus ao conhecimento de mais pessoas; assim, nada melhor do que estampá-la em camisetas: “Por meio das camisetas, não precisamos anunciar o que pensamos, mas, expressando a verdade de Cristo em uma estampa, estamos dizendo tudo”, ressalta Nailma.

Publicidade

Roney enfatiza que o mote, “Vestindo-se com a Palavra de Deus”, define a ideia de vestir não apenas o corpo, mas o espírito e que a qualidade será um diferencial no qual a marca se firmará: “Na atualidade, sabemos que existem várias marcas de camisetas que também fazem um grande papel. Entretanto, a ‘Frutificai’ vai priorizar a excelência em todos os aspectos e processos que garantirão a qualidade das suas peças. Servimos a Deus e temos de fazer o nosso melhor para Ele, em primeiro lugar, e para todos que terão uma camiseta da Frutificai’. Seremos rigorosos com todo o nosso processo de produção, da concepção das peças às mensagens estampadas, visando a satisfação daqueles que serão mais do que nossos clientes, mas, acima de tudo, alvos do nosso amor em Cristo.

Os empresários pernambucanos reforçam o fato de que, atualmente, há uma grande procura por este produto e comentam a respeito: “Tivemos um grande crescimento de cristãos no país. Hoje, representamos 81% da população total do Brasil. Vendo toda essa tendência, unimos o nosso propósito, nossas ideias e ações para gerarem frutos. Todas as frases são exclusivas, todas nossas estampas são como cartas vivas anunciando Deus, Jesus e a Salvação em meio à multidão. Por meio das camisetas ‘Frutificai’, podemos expressar nos ônibus, nas ruas, no trabalho, em casa, festas, um pouco do que cremos e praticamos em nossa vida.

E a ‘Frutificai’ não para por aí. Roney e Nailma lançam esta primeira coleção chamada ‘Graça’, mas já antecipam que outras coleções virão no decorrer do ano: “Em breve, com a bênção de Deus, estaremos expandindo para mais acessórios.

Bruno Fonseca, diretor geral do Grupo Frutificai, fala da satisfação com esta parceria: “O Roney Santos é um amigo mais chegado que um irmão (Provérbios 18.21). Ele participou ativamente da fundação da Rádio Frutificai, no ano de 2018, quando eu e minha esposa, Janile Fonseca, recebemos o nosso chamado. Ver este projeto crescer por meio da vida dele é incrível! Quero levar esta parceria para a vida toda. Estamos vivendo o nome do Grupo, frutificando a cada dia.”

Siga o Grupo Frutificai nas Redes Sociais!

Publicidade

Use Frutificai: https://www.instagram.com/usefrutificai
Site:
https://www.webradiofrutificai.com.br
Portal Sal da Terra: www.instagram.com/portalsaldaterra
Web Rádio Frutificai: www.instagram.com/webradiofrutificai
Frutificai Produções: https://www.instagram.com/frutificai_producoes
WhatsApp: https://abre.ai/frutificaiproducoes

Gospel Channel com Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa Frutificai Produções

Continue lendo

Gospel News

Cassiane | Bastidores gravação do clipe “Jesus Está no Barco”

Publicado

em

Continue lendo

Trending